Por favor, assine meu álbum de visitas! / Please, sign my guestbook!

**********************************
Postagens / Posts
**********************************

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Postando "pês"

A Renatinha postou um texto muito interessante, outro dia, todo com palavras iniciadas pela letra "p", cujo autor, segundo ela, é desconhecido. Lembrei-me, naturalmente, de um texto criado por meu irmão e "engordado" por mim, há alguns anos, o qual estou postando aqui. Não é tão longo nem tão "rico" quanto o que ela postou, mas não deixa de ser interessante, também.

Pancadaria Praiana

Por Paulo Penedo / Petúnia Paredes (Pseudônimos)

Percival Porfírio Pereira Pessoa, português por parição, pedreiro por profissão, profissional precioso, passeando por praia paulista promoveu pequena porém poderosa pancadaria.

Priscila Patrícia Pedrosa Paiva, pernambucana, petulante prostituta praticante, peitos proeminentes, peruca preta, portando perturbadores postais pornográficos, pedia persistentemente patrocínio para publicação. Pediu para Percival Porfírio, piscando provocadoramente.

Percival Porfírio, puritano paranóico, plenamente possesso, portando porretes, pelejou, partiu para pancadas, pragas, pauladas, porretadas.

Pessoas passantes paravam pasmadas para perguntar por que Percival Porfírio praguejava.

Preocupado pelo pandemônio, Plínio Polidoro Paranhos Peralta, paranaense pançudo, pastor protestante, pessoa pacata, ponderada, prudente, passando por perto providencialmente, parou para procurar pacificar.

Perdoada pelo pároco, Priscila Patrícia partiu previdentemente para praias próximas.

Percival Porfírio, porém, permaneceu praguejando.

Preso pela polícia praiana, prontamente providenciada por populares presentes, Percival Porfírio passou por péssimos pedaços. Pendurado penosamente pelo pescoço por prolongado período, padecendo profundamente, Percival Porfírio, prudentemente, pediu penico.

Perguntado pelo policial plantonista, palestrou pedindo perdão. Pagou propina, prometendo perpétua paz. Perdoado, partiu placidamente pela porta parda.

Preocupado por perjurar, prontamente penhorou posses. Pegou passaporte. Pagou passagem pela Panam. Partiu para Portugal.

5 comentários:

Renatinha! disse...

A-d-o-r-e-i!!!

Osc@r Luiz disse...

Pasmo, passarei para o próximo!

Renatinha! disse...

Eneida, vou deixar meu recadinho aqui, pois no outro post já tem muita renatinha lá! E não encontrei seu mail!

Vc perguntou em meu post do cão mais feio do mundo qual deles eu preferia, postei o cãozinho que eu prefiro, passa lá e dê uma olhadinha! hehe...

Bjo

Eneida disse...

Pois perfeito. Podes passar!

Eneida disse...

Renatinha vou dar uma passada lá. Quando quiseres deixar uma mensagem via e-mail é só usar aquela caixinha de mensagem que eu coloquei na coluna da esquerda. Vem direitinho pro meu email!
Bjo